quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Tema de redação 11

Entretenimento e sucesso escolar:  como tirar proveito dessa junção?

Até que ponto a exclusividade dessas atividades afeta a vida do jovem e como as pessoas que conseguem conciliar essas realidades obtiveram sucesso?

Num texto argumentativo, discuta seu ponto de vista e justifique sua posição. Não exceda 25 linhas.

Tema de redação 10

Pais e filhos: como superar o conflito de gerações

De vez em quando, a alteração da situação familiar de nossos dias faz com que não seja fácil o entendimento mútuo, chegando a produzir, inclusive, a incompreensão, verificando-se aquilo que se tem chamado conflito de gerações. Como se pode superar isto?

Escreva um texto argumentativo, em torno de 25 linhas, respondendo o questionamento acima. Não esqueça o título.

domingo, 9 de outubro de 2011

Tema de redação 9

Expectativa de vida no Brasil aumenta três anos em uma década
Mulheres vivem em média mais de sete anos do que os homens
Se, em 1999, a esperança média de vida dos brasileiros era de 70 anos, no ano passado, passou para 73,1 anos - um aumento de 3,1 anos em uma década. Os dados são da Síntese de Indicadores Sociais, divulgada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) nesta sexta-feira (17).
E essa situação é mais favorável para as mulheres do que para os homens. Enquanto que, no mesmo período, a expectativa de vida delas avançou de 73,9 para 77 anos, no caso deles passou de 66,3 para 69,4 anos.
Segundo os dados do IBGE, a diferença entre a maior esperança de vida do sexo feminino, registrada no Distrito Federal (79,6 anos), para a menor do sexo masculino, registrada em Alagoas (63,7), corresponde a uma diferença de quase 16 anos a favor delas.
Para o IBGE, a queda dos níveis de fecundidade e o aumento da esperança de vida dos brasileiros têm provocado a redução da população de crianças e jovens e, consequentemente, o aumento da proporção de adultos e idosos.
Além disso, à medida que cresce a esperança de vida, a tendência é aumentar a incapacidade funcional da população idosa, classificada pelo instituto como a possibilidade, ou não, de uma pessoa conseguir caminhar 100 metros. Segundo o levantamento, a maior frequência de declaração de incapacidade funcional foi verificada entre idosos de 75 anos ou mais de idade (27,2%).
Em um texto dissertativo, discuta como os jovens estão se preparando para o envelhecimento? Dê sua intervenção propondo maneiras de viver bem o presente “plantando” para o futuro.

domingo, 28 de agosto de 2011

Tema de redação 8

Epitáfio (Titãs)

Devia ter amado mais
Ter chorado mais
Ter visto o sol nascer
Devia ter arriscado mais
E até errado mais
Ter feito o que eu queria fazer...

Queria ter aceitado
As pessoas como elas são
Cada um sabe a alegria
E a dor que traz no coração...

O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar distraído
O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar...

Devia ter complicado menos
Trabalhado menos
Ter visto o sol se pôr
Devia ter me importado menos
Com problemas pequenos
Ter morrido de amor...

Queria ter aceitado
A vida como ela é
A cada um cabe alegrias
E a tristeza que vier...

O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar distraído
O acaso vai me proteger
Enquanto eu andar...(2x)

Devia ter complicado menos
Trabalhado menos
Ter visto o sol se pôr...




Tempo perdido (legião urbana)

Todos os dias quando acordo
Não tenho mais
O tempo que passou
Mas tenho muito tempo
Temos todo o tempo do mundo...

Todos os dias
Antes de dormir
Lembro e esqueço
Como foi o dia
Sempre em frente
Não temos tempo a perder...

Nosso suor sagrado
É bem mais belo
Que esse sangue amargo
E tão sério
E Selvagem! Selvagem!
Selvagem!...

Veja o sol
Dessa manhã tão cinza
A tempestade que chega
É da cor dos teus olhos
Castanhos...

Então me abraça forte
E diz mais uma vez
Que já estamos
Distantes de tudo
Temos nosso próprio tempo
Temos nosso próprio tempo
Temos nosso próprio tempo...

Não tenho medo do escuro
Mas deixe as luzes
Acesas agora
O que foi escondido
É o que se escondeu
E o que foi prometido
Ninguém prometeu
Nem foi tempo perdido
Somos tão jovens...

Tão Jovens! Tão Jovens!...



Hoje quase todas as atividades que fazemos receberam inovações para nos garantir agilidade para que não percamos tempo... Ainda assim somos unânimes ao dizer que não temos tempo ou, como nas letras acima, perdemos muito do nosso tempo...
Escreva um texto dissertativo argumentando como as pessoas lidam com a falta de tempo, mesmo diante de tantos processos que nos garantem esse bem tão precioso.

Tema de redação 7


Tema de redação 7


Pesquisa global: Brasil tem imagem positiva no exterior

Jornal do Brasil

DA REDAÇÃO – Uma pesquisa realizada em 28 países revelou que a imagem do Brasil é positiva no mundo. Em média, 41% dos entrevistados consideram o Brasil uma influência positiva, enquanto 23% consideram a influência do país negativa. Para moradores de 22 países que também participaram da enquete em 2009, a avaliação positiva caiu 3 pontos percentuais (de 45% para 42%), mas a negativa permaneceu no mesmo patamar (23%).

As informações são da BBC Brasil. A pesquisa, feita pelo Serviço Mundial da BBC e conduzida pela GlobeScan/PIPA, ouviu 29.997 pessoas – pessoalmente ou por telefone – entre novembro do ano passado e fevereiro deste ano.

Os responsáveis pelo estudo pediram aos entrevistados que respondessem se consideram a influência de 17 países do mundo, entre eles o Brasil, positiva ou negativa. Desde 2005, a BBC realiza a pesquisa.

A imagem do Brasil foi vista como positiva pelos entrevistados brasileiros (84%) e chilenos (77%). No México, 59% dos entrevistados enxergam o Brasil como uma influência positiva, bem como 55% na América Central. As impressões sobre o Brasil também são positivas entre países asiáticos, como a China (55%), Coréia do Sul (51%), as Filipinas (47%) e a Tailândia (44%). Em Portugal, 51% dos entrevistados também veem o Brasil como influência positiva.

A imagem positiva do Brasil também aumentou entre os países europeus. No Reino Unido, as percepções negativas caíram 15 pontos percentuais (agora em 20%) e os britânicos agora tendem a ver o país de forma positiva (35%), enquanto antes se encontravam divididos.

A reação dos alemães mudou de negativa para dividida, depois que o número de entrevistados que consideram o Brasil uma influência positiva aumentou em seis pontos percentuais. Na França, a atitude positiva aumentou oito pontos percentuais, para 50%.

Mas a imagem do Brasil piorou entre os entrevistados da Índia e do Egito. No Egito, a avaliação positiva caiu 15 pontos percentuais, chegando a apenas 18% dos entrevistados. O país com o menor índice de avaliação positiva do Brasil foi o Paquistão, com apenas 13%.

Os entrevistados da Índia deixaram de avaliar o país favoravelmente, e agora se apresentam divididos, com a imagem negativa aumentando oito pontos percentuais (atualmente em 23%).

A imagem positiva do Brasil também caiu na China (de 65% para 55%), em Gana (de 50% para 41%), na Itália (de 49% para 40%), no Canadá (de 46% para 38%) e na Nigéria (de 47% para 38%).

A Alemanha é de maior influência positiva (59%) e o Irã com menos positivo, com apenas 15% dos entrevistados.



Situação política atual no Brasil

É impressionante como as pessoas, de todos os níveis, perguntam e comentam sobre a situação política do momento, no Brasil. Há certa desorientação e inquietação generalizada. Quem está certo? Quem está dizendo verdades? Quem está se aproveitando da situação? Quem está, descaradamente, mentindo? No que vai dar tudo isso que está sendo dito e mostrado? As pessoas estão perplexas. Permitimo-nos aqui, neste espaço absolutamente livre e democrático, sem promessas nem esperanças de sacolões e mensalões, malas e malinhas, expor algumas idéias.idéias contrutivas que vai ajudar a voce ter o pensamento mais perplexo na area politica e ficar mais atento aos falsos politicos:

1 - Primeira observação: a democracia dita representativa está tremendamente em crise e não é nada representativa, nem mesmo estatisticamente. Tanto em nível municipal, estadual como federal ela é uma aberração. Os que estão exercendo o poder Legislativo representam um número muito pequeno de eleitores. Basta um exercício elementar de estatística, somando os votos dos que são vereadores ou deputados hoje “legítimos representantes”, e veremos que essa soma de votos não alcança, em nenhum município ou Estado, os votos de 30% dos eleitores. Que representatividade é essa? São representantes de pequenos grupos de interesse e de pressão. E que, efetiva, garantida e eficazmente cobram ações dos eleitos para que seus interesses sejam plenamente atendidos.

2 – Qualificação dos eleitos: para ocupar qualquer cargo em empresas, escolas, associações, igrejas etc., exige-se a comprovação de habilitação e qualificação, quando não também experiência. Para o exercício e ocupação de um cargo político nada disso é exigido. Qualquer um acha-se habilitado e qualificado. E concorre, usando dos meios de que dispõe: dinheiro, influência, mentira, calúnia, sabotagem, boicote, pressão, infidelidade, promessas mirabolescas, enganos etc. (...)

Então, se hoje alguém se pergunta: por que a situação política está tão caótica, atrapalhada e desorientada, certamente, não é culpa da população. Essa sabe muito bem quais são suas necessidades prementes e urgentes. Mas sabe também que não é escutada. Conseguiram cortar a garganta da população!

Mas, aos poucos, a indignação começa a tomar corpo. E, não fiquemos admirados e surpresos!, se amanhã clamarmos por militares e sua força no governo e nas ruas!



Após a leitura dos textos escreva uma dissertação discutindo a relação entre situação política e imagem do Brasil.

domingo, 31 de julho de 2011

Tema de redação 6

Tema de redação 6



A autora Dulce Helena Penna Soares Lucchiari explica em seu livro A escolha profissional: do Jovem ao Adulto como dá se a influência familiar na escolha profissional. Ela explica que em muitas situações a família busca uma ascensão social através dos filhos e da profissão escolhida por este. Portanto o jovem costuma apresentar um conflito entre o que ele realmente gosta de fazer e a profissão escolhida por sua família, por ser melhor reconhecido socialmente.

(...)



Influências no processo de Escolha Profissional
Por Tatiana Kowarski

Quais seriam as influências a que estamos submetidos ao efetuar uma escolha profissional? Algumas advém do meio externo, outras são mobilizadas por processos psíquicos internos. Ambas são inerentes ao processo de escolha e podem ou não configurar fontes de conflito. Devem, portanto, ser levadas em consideração, já que podem acarretar dificuldades e até mesmo impasses na realização de uma escolha autêntica, de uma escolha que seja fruto do seu próprio desejo.

Conheça agora algumas das principais influências no processo de escolha profissional:

* OS PAIS E A FAMÍLIA
Intensas pressões podem vir da família, tanto para que se escolha uma determinada profissão, quanto para que não se escolha outra. As expectativas, os valores e os projetos familiares, por mais bem intencionados que sejam, são como "marcas de um desejo do outro", que incidem sobre nós e influenciam nossas escolhas – explícita ou implicitamente. Muitas vezes, sem nem perceber, nos identificamos com estes desejos, nos misturando e nos embaralhando com eles. Com isso, perdemos um pouco a capacidade de nos diferenciarmos destes "desejos do outro". Discriminar "o que querem de mim" de "o que eu quero para mim" é o caminho a ser buscado. Qual é, de fato, o seu desejo?
(...)




Escreva um texto em torno de trinta linhas discutindo: A influência da família na escolha profissional

Use dados dos textos acima para endossar ou refutar seu ponto de vista.

Interrelacione conhecimentos de outras áreas.

Intervenha com sugestões de como as famílias podem ajudar os jovens nesta fase da vida.

terça-feira, 3 de maio de 2011

Tema de redação 5

O que você pensa da proibição à prática do castigo físico?

O projeto de lei que proíbe, no Brasil, o uso de qualquer forma de punição física como medida educativa segue uma tendência mundial. Essa é uma tentativa de defender os menores de idade das violências provocadas justamente pelos adultos que os deveriam proteger. Mas isso tem gerado muita discussão: o governo tem direito de intervir na forma como os pais educam os filhos? Isso não irá comprometer a autoridade dos pais e, consequentemente, a formação dessas crianças? A lei é a melhor forma de lidar com os casos de agressão familiar? O governo dispõe de recursos para vistoriar o cumprimento dessa lei?

A medida visa garantir o direito de uma criança ou jovem de ser educado sem o uso de castigos corporais ou "tratamento cruel e degradante". Atualmente, a Lei 8.069, que institui o ECA, condena maus-tratos contra a criança e o adolescente, mas não define se os maus-tratos seriam físicos ou morais. Com o projeto, o artigo 18 passa a definir "castigo corporal" como "ação de natureza disciplinar ou punitiva com o uso da força física que resulte em dor ou lesão à criança ou adolescente". Para os infratores, as penas são advertência, encaminhamento a programas de proteção à família e orientação psicológica.

"A definição proposta se aplica não só para o ambiente doméstico, mas também para os demais cuidadores de crianças e adolescentes - na escola, nos abrigos, nas unidades de internação. O projeto busca uma mudança cultural", diz a subsecretária nacional de Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente, Carmen Oliveira. Segundo ela, "1/3 das denúncias no Disque 100 refere-se à violência doméstica, seja na forma de negligência ou de maus tratos".

Com base nos textos de apoio e em outras informações de que você disponha, elabore uma dissertação defendendo um ponto de vista sobre o projeto de lei que proíbe a prática do castigo físico.